SARS-CoV-2

Testes COVID-19

Após iniciarmos o nosso contributo através de abertura de 4 centros de rastreio “Drive Thru” (São João da Madeira, Ovar, Vale de Cambra e Sta. M. da Feira) totalmente equipados e preparados para realizar todo o processo com a máxima eficiência e segurança, vimos agora informar que nos encontramos disponíveis para realizar testes serológicos de biologia molecular ao COVID-19, presencialmente nas suas instalações.

Testes Antigénicos COVID-19

COVID-19 – Teste Antigénio (Deteção Rápida)

O teste de Antigénio é um de três métodos de diagnóstico da Covid-19. Ele permite identificar a presença de proteínas do vírus SARS-CoV-2.

A ter em conta…

O teste de Antigénio é reconhecido pela comunidade científica como o menos sensível.

Estes testes só conseguem maior rigor quando a carga viral é elevada, o que acontece, dentro de 1 a 5 dias após o início dos primeiros sintomas.

Os doentes com cargas virais baixas poderão apresentar falsos negativos. Já os falsos positivos são escassos, nos testes realizados.

Vantagens

As principais vantagens deste teste são a rapidez, a simplicidade do processo.

Os resultados estão prontos em cerca de 20-30 minutos, sendo enviados os resultados por SMS, EMAIL ou TELEFONE num prazo de 3 horas.

Teste RT-PCR Saliva – Covid-19

COVID-19 – Teste RT-PCR Saliva

Este novo método tem inúmeros benefícios para os utentes, mantendo toda a sensibilidade característica do método RT-PCR, considerado como a referência para o diagnóstico da COVID-19.

Colheita por saliva – método não invasivo

A possibilidade de utilizar a saliva para a pesquisa do vírus SARS-CoV-2 foi recentemente aprovada pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e oferece o mesmo rigor de diagnóstico que a tradicional zaragatoa nasofaríngea e orofaríngea, com a vantagem acrescida do conforto e facilidade de colheita.

A quem se destina?

A análise a partir da saliva está indicada para toda a comunidade, podendo ser utilizada em:
– Crianças;
– Pessoas com traumatismos e desvios no septo nasal;
– Doentes crónicos sujeitos a testagem regular;
– Grupos profissionais que sejam submetidos frequentemente a testes à COVID-19.

Por se basear numa amostra fácil de recolher, o teste de saliva pode aumenta a capacidade de testagem da população e promove a realização de testes rigorosos em locais como escolas, empresas, instituições de saúde, aeroportos e lares.

A mesma eficácia com muito mais conforto

A amostra colhida na língua e na cavidade oral, demonstrou conter RNA do vírus SARS CoV-2 em qualidade suficiente para a deteção viral por RT-PCR e com elevadas taxas de sensibilidade.

Para o utente, a recolha de saliva é muito mais confortável, facilitando a testagem e aumentando a capacidade de controlo da pandemia.

Os testes Moleculares procuram a presença do material genético do vírus através da técnica da reação em cadeia da polimerase (PCR, na sigla em inglês) com transcrição reversa (RT-PCR), daí este teste ser mais conhecido por PCR. Esta permite verificar se a pessoa está infectada nesse instante.

Esses testes obtêm resultados com bastante precisão logo nos primeiros dias da infecção por covid-19.

Os técnicos de diagnóstico que recolhem as amostras têm de usar equipamento de biossegurança e ter tido treino para manusear materiais biológicos, químicos, reagentes e seguir protocolos de laboratório.

Este exame só pode ser realizado em ambientes e condições muito próprios, podendo ser feito Gratuitamente Mediante Prescrição Médica (P1 – Exame Gratuito), a Título Particular (95€) ou ao abrigo de um acordos de seguros de saúde.

Os testes Serológicos Anticorpos IgG SARS-CoV-2 (colheita de sangue) detectam a resposta imunitária do corpo ao vírus, e não o próprio vírus. Este teste permite saber se o indivíduo, apesar de assintomáticos ou com sintomas ligeiros teve ou não contato com o vírus.
Como essa resposta só surge algum tempo após a infecção, estes testes dizem que a pessoa teve contacto com o vírus, não especificam se ainda está infectada. Para isso, fazem-se os testes moleculares.

Os técnicos de diagnóstico que recolhem as amostras têm de usar equipamento de biossegurança e ter tido treino para manusear materiais biológicos, químicos, reagentes e seguir protocolos de laboratório.

O teste serológico indica o estado de imunidade à doença, detetando a presença de anticorpos IGM e IGG. Podemos ter três tipos de conclusão:

IGG negativo + IGM positivo = Infeção Recente
IGG positivo + IGM negativo = Já teve COVID-19
IGG e IGM negativos = Sugere que não houve contacto com o vírus*

A principal vantagem deste teste face aos outros existentes no mercado é a sua fiabilidade aliada a um baixo custo, para cada parâmetro, IgG (já disponível) e IgM (disponível entre uma a duas semanas).

Este teste não necessita de prescrição médica.

* Casos negativos de IGM podem sugerir infeções muito precoces, originando falsos negativos. A monitorização permanente de sintomas torna-se fulcral neste tipo de doença.

Testes de anticorpos, o próximo passo na batalha de COVID-19

Testes Serológicos COVID-19

Ao contrário dos testes de despiste rápido existentes no mercado, esta análise de anticorpos recorre a uma Plataforma integrada de diagnóstico in-vitro architect i8200 e i2000 da  Abbott Diagnostic.

O teste serológico efetuado pelo Laboratório Centro Médico da Praça (Clínicas CMP) permite a determinação de anticorpos das classes IgG para o novo coronavírus (SARS-CoV-2), em soro e plasma humanos utilizando a tecnologia de imunoensaio de micropartículas por quimioluminescência da Abbott.

“O teste de anticorpos tem o potencial de desvendar muitas incógnitas sobre esse novo vírus”, disse John Hackett, vice-presidente de divisão de Pesquisa e Tecnologia Aplicada, Diagnósticos, Abbott. “Fazer testes que possam funcionar em diferentes contextos de assistência médica é fundamental para a nossa compreensão do vírus e para ajudar os profissionais de saúde a obter as respostas necessárias sobre seus pacientes”.

Porque deve a minha empresa efetuar o Teste de Anticorpos IgG aos meus trabalhadores?

Testes COVID-19

Este teste vai permitir aos empresários perceberem se as medidas implementadas foram as suficientes ou se pelo contrário terão de reforçar e rever os procedimentos adotados na prevenção da contaminação, reduzindo a incerteza de laboração face à possibilidade de novo surto de contágio.

Quais as vantagens do Teste de Anticorpos IgG?

Fiabilidade
Baixo custo
Não necessita de prescrição médica
Não necessita de jejum

PEÇA UMA PROPOSTA ADEQUADA À SUA EMPRESA


Ponto de situação da pandemia em Portugal.

COVID-19